Comércio Exterior

Difundir a prática do Comércio Exterior entre as empresas associadas de forma a permitir sua inclusão no mercado globalizado, gerando novas oportunidades de negócios.
Atuar junto aos órgãos governamentais na defesa dos interesses dos associados favorecendo a melhoria dos processos, rotinas e toda a sistemática de Comércio Exterior.
A Área de Comércio Exterior oferece ao empresário da indústria, serviços como o esclarecimento de dúvidas sobre: importação, exportação,logística, acordos internacionais, legislação aduaneira nacional e internacional, disponibiliza informações sobre mercados internacionais, divulga, apoia e promove missões e rodadas de negócios internacionais. As reuniões serão retomadas em 2011. Para participar gecomex@ciespcotia.com.br

Cotia é 25ª em ranking do Ciesp sobre as exportações de 39 regiões do Estado no primeiro trimestre de 2011

Região é responsável por 2,2% da corrente de comércio estadual e tem déficit da balança ampliado

A Diretoria Regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) em Cotia ocupa a 25ª posição em ranking que mostra o desempenho de 39 regiões paulistas. No 1º trimestre de 2011, a pauta exportadora estadual somou US$ 13,1 bilhões, equivalente a 25,6% do montante vendido pelo Brasil no mercado global no período.

A lista foi elaborada pelo Departamento de Estudos e Pesquisas Econômicas (Depecon) em conjunto com o Departamento de Relações Exteriores (Derex) do Ciesp e da Fiesp, a partir de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Os seis municípios da Regional do Ciesp Cotia aumentaram em 30,3% a remessa de produtos ao exterior sobre o montante acumulado nos três primeiros meses de 2010. O volume passou de US$ 106,7 milhões para US$ 139,1 milhões no acumulado de 2011.

A corrente de comércio exterior da região apresentou crescimento de 28,3% no período de análise, passando de US$ 536,8 milhões para US$ 688,7 milhões. As importações, por sua vez, aumentaram 27,8%, indo de US$ 430,0 milhões para US$ 549,6 milhões.

O saldo negativo da balança comercial passou de US$ 323,3 milhões de janeiro a março de 2010 para US$ 410,5 no mesmo período de 2011.

O município de Cotia contribuiu com 52,6% das exportações da região, com destaque para: Fabricação de produtos químicos orgânicos (US$ 18,8 milhões), Fabricação de peças e acessórios para veículos automotores (US$ 10,6 milhões) e Fabricação de produtos e preparados químicos diversos (US$ 9,0 milhões). Os principais destinos das mercadorias foram: Argentina (19,8% do total), Reino Unido (12,0%) e Estados Unidos (8,0%).

Em relação às importações, o município de Cotia contribuiu com 43,3% do total, com destaque para: Fabricação de produtos farmacêuticos (US$ 79,6 milhões), e Fabricação de produtos químicos orgânicos (US$ 8,9 milhões). Os principais países fornecedores dos produtos importados são: Alemanha (15,8%) Suécia (15,1% do total) e Estados Unidos (12,9%).

Estado de São Paulo

Balança Comercial fechou trimestre com déficit de US$ 5,3 bilhões

No 1º trimestre de 2010, o saldo da balança comercial do Estado de São Paulo foi deficitário em US$ 5,3 bilhões. Com uma corrente de comércio de US$ 31,5 bilhões no período, as transações comerciais do Estado representaram 31,7 % do total negociado pelo Brasil no mercado global.

As exportações do Estado movimentaram US$ 13,1 bilhões, registrando aumento de 13,2% em relação ao primeiro trimestre de 2010. Já o volume importado somou US$ 18,4 bilhões, um aumento de 24,8%, nos mesmos termos.

Brasil

Saldo comercial do trimestre foi superavitário em US$ 3,2 bilhões

As exportações de produtos brasileiros no primeiro trimestre de 2011 somaram US$ 51,2 bilhões, aumentando 30,6% sobre o primeiro trimestre de 2010. Já a entrada de importados movimentou US$ 48,0 bilhões, um aumento de 25,3%, nos mesmos termos.

Com isso, o superávit comercial do Brasil encerrou o primeiro trimestre de 2011 em US$ 3,2 bilhões, enquanto que o saldo da balança comercial do primeiro trimestre de 2010 foi de US$ 882,3 milhões.

Já a corrente de comércio do Brasil somou US$ 99,3 bilhões no primeiro trimestre de 2011, um aumento de 28% na comparação com o primeiro tri de 2010.

Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP)
www.ciesp.com.br | www.twitter.com/ciesp
Assessoria de Comunicação Corporativa
Jornalistas: Odair Souza (MTb. 20.211) –
osouza@ciesp.org.br – (11) 3549.3262
Mariana Ribeiro (MTb. 52.319) – mgarcia@ciesp.org.br – (11) 3549.3253